Me identifiquei muito com a ideia do projeto,todos merecem um lar e espero poder participar,tudo que é feito com amor vale a pena.

Sempre tive empatia e saber me colocar no lugar do outro,fazer o bem é uma das melhores coisas que podemos fazer para nossa sociedade. Quero muito participar do projeto,qualquer ajuda é válida,sendo feita com amor!

Sou a Inês, tenho 48 anos. Sinto uma profunda conexão ao mar e à natureza, a qual não está separada de quem nos somos na verdade. Gostaria muito de ajudar a proteger o planeta e contribuir para a limpeza de praias, nomeadamente na Ericeira.

Bom dia 🙂 Sou a Katia, tenho 27 anos e resido em Lisboa. Em 2019 tive um cancro que mudou, por completo, a minha forma de ver a vida e de como pensava sobre ela. Comecei a aprofundar temáticas voltadas ao Eu enquanto ser individual para me compreender melhor, mas hoje, já tenho uma visão mais voltada para o Outro. Este ano que passou, 2023, tirei uma formação como facilitadora de circulos meditativos e de autoconhecimento, e comecei (e estou) a tirar outra como Consteladora Familiar. Eu tenho uma paixão por tudo o que engloba o Ser Humano e as suas emoções. Tenho em mim grande empatia, respeito e carinho por todas as histórias e adoro aprender com elas. Considero-me muito boa ouvinte e acolhedora desde que me conheço, e isso tem-me trazido conexões muito boas. Mas eu gostava de me expandir mais, de me doar mais e de compreender melhor o Ser Humano. Atualmente, a minha avó está com principios de Alzheimer e eu sinto que é um processo que toda a gente da minha família tem ignorado/evitado aceitar. Por isso, vejo neste voluntariado uma oportunidade de não só compreender melhor a doença em si, mas também de ser alguém que Vê e acolhe pessoas com problemas de memória e demência. Acho que é o viver, encarar e consciencializar a realidadde que o nosso coração se abre e a empatia e verdade tornam-se maiores. Estou disposta a aprender mais sobre como lidar, como acolher da maneira certa, como ser uma mais-valia para o vosso projeto tendo em conta essa missão tão bonita! Beijinhos Katia Santos

Sou recém-licenciada em Ciências da Comunicação na vertente de Comunicação estratégica, onde adquiri conhecimentos tanto de jornalismo como de marketing. Atualmente, estou a estagiar numa agência de marketing, onde uma das funções é a gestão de redes sociais. Aliar o que eu gosto de fazer com o voluntariado é algo gratificante. Por isso, gostaria de saber mais acerca do projeto.

Olá. Sou electricista vivi e trabalhei os últimos 10 na Noruega, regressei em Março de 2023. Acompanhei os grandes fogos em Portugal a distância. Desejo participar na reflorestação do meu país. Gosto do contacto com a natureza e de dar o meu contributo para as gerações futuras. Dar um pouco de mim, ajudar, participar, combater o aquecimento global.

Sou apaixonada por contar histórias cativantes, através de publicações que não apenas educam e informam, mas também geram interesse genuíno! Sou habilidosa em criar conteúdo atraente, incluindo artigos, posts de blog e vídeos. Tenho experiência em planear e agendar publicações, interagir com seguidores, analisar métricas de desempenho e desenvolver estratégias de crescimento para plataformas. Aliar estas capacidades a causas é um propósito que me preenche e me faz sentir realizada!

Olá! Sou a Maria e tenho 27 anos, sou de Lisboa mas estou a viver no campo (Benavente) enquanto acabo de escrever a minha tese. Espero passar aqui o resto do verão e ficar até outubro, mas depois disso o meu futuro é incerto e nao seria justo comprometer-me a adoção, por isso candidato me a família de acolhimento temporário. Tive duas cadelas teckel, com quem cresci ao longo dos últimos 17 anos, a pica e a bolota. Se até aqui eram as cadelas “da família” hoje submeto este pedido em que sou eu quem se vai responsabilizar. Sei que é preciso tempo e dedicação e amor, e eu tenho tudo isso. Aqui em casa temos um jardim e eu gosto muito de ir andar mais ou menos 3/5kms ao fim da tarde. Adoro cães mas nem sempre foi assim, na verdade tinha medo de cães e foi por isso que as tivemos. A minha vida é melhor por gostar de cães. A pica era um cão-pessoa, falávamos com o olhar e quando era com palavras, juro que percebia o que lhe dizia. A bolota, filha da pica, era inocente como só um cão que nunca foi separado da mãe, ou conheceu outra família o poderia ser. Escrevo-lhes porque estou disponível para receber uma cadela/ cão e para lhe dar amor e atenção. Acho importante referir que é possível receber visitas dos meus sobrinhos (entre os 2-7 anos) e eventualmente, embora raramente, outros cães dos meus irmãos um labrador é um buldogue. Obrigada!!!

Olá, Sou licenciada em Comunicação e Media e trabalho em regime freelancing como content writer, redigindo artigos para blogues, copys para redes sociais e newsletters. Gostaria de adquirir experiência na gestão de redes sociais, daí candidatar-me ao vosso voluntariado.

Sou a Mariana, tenho 19 anos e estou no segundo ano do curso de educação básica. Sempre me preocupei muito com o bem-estar animal… já fiz voluntariado numa quinta com animais e tornei-me vegetariana há cerca de 4 anos devido a essa mesma preocupação. Gostava muito de fazer parte do projeto e de ajudar em tudo o que for possível.