Volto a candidatar-me depois de 1º contacto feito com a gestora do projecto.

Neste momento estou a fazer voluntariado na Refood de Setubal, mais propriamente na equipa de comunicação. Ou seja, crio conteúdos para o facebook e instagram! Gostava de puder ajudar!

O meu nome é Lígia Martins, 38 anos, de Vialonga. Em primeiro lugar, penso que esta é uma oportunidade de divulgação de conteúdo que realmente interessa, em várias áreas. Estou a terminar o curso de Relações Internacionais (após uma longa interrupção por ter começado a trabalhar e não senti que fosse o momento certo para continuar a estudar), por isso temas como protecção de direitos, quer humanos quer de animais, tocam-me bastante. Além disso, claro que para mim se torna urgente divulgar, dar a conhecer o mundo tal como é. Também estou neste momento a contribuir voluntariamente para o jornal online da minha faculdade (Jornal Desacordo), onde escrevo artigos também sobre os mais variados temas. Além da missão pedagógica, vejo aqui uma oportunidade de crescimento pessoal e profissional, já que gosto bastante de escrever. Ainda que eu não consiga, espero que a missão seja cumprida. Obrigada.

Faço parte da Refood de Setúbal e faço parte da equipa de Comunicação! Ou seja, crio conteúdo para o Instagram e Facebook e geriu as redes sociais. E gostava de puder ajudar!

Confesso que não tinha pensado em candidatar-me a uma vaga relacionada com a minha área mas após visitar o Instagram e o site da Sociedade Protetora dos Animais creio que possa ajudar na dinamização de redes sociais e materiais de suporte. Trabalho em redes sociais e em marketing digital há 7 anos e estou certa que a minha experiência poderá ser uma mais valia para a associação. Apesar de querer integrar num projeto de voluntariado a longo prazo de certa forma identifico-me bastante com o projeto e a causa em questão. Obrigada!

Creio que possa ser uma óptima escolha para este projecto porque quero muito contribuir para uma sociedade mais positiva, que promove a integração, individualidade e multi-culturalidade . Compreendo o quão difícil possa ser ambientarmo-nos numa nova cultura e gostava de puder contribuir para uma adaptação mais fácil a Lisboa. Considero-me uma pessoa que resolve problemas e busca as soluções mais rápidas e eficazes pelo que espero ser um contributo positivo na vida de alguém cuja vida não tem sido fácil até agora. Obrigada!

Olá sou a Brenda. Não sei se sou a pessoa certa para a função, mas venho de uma família onde o voluntariado é algo que vivemos no dia a dia visto a minha mãe ter uma associação e ser eu que faço a gestão das suas redes sociais na medida dos meus conhecimentos, que ainda são alguns. Neste momento reformulei toda a documentação utilizada na associação, estou a criar um novo site (simples mas com a informação fulcral), tenho eu própria o meu quinto blog e adoro escrever. Não sei quais são as necessidades da associação mas nada como uma entrevista para saber se posso ajudar ou não. Obrigada

Boa noite, o meu nome é Catarina Fidalgo e sou designer gráfico. Estou recentemente a trabalhar como freelancer a tempo inteiro, o que me permite gerir o meu tempo e é nesse sentido que me voluntariu para vos ajudar. Atualmente a minha forma de conseguir contribuir é através daquilo que eu gosto e consigo fazer. Aguardo o vosso feedback. Obrigada, Cat.

tenho disponibilidade e gostava de ajudar, se precisarem, estou aqui! 🙂

Gostava de saber mais sobre o projeto, como se vai desenvolver, aplicar, crescer e de que forma efetiva apoia os refugiados. Acima de tudo acredito que temos mesmo muito caminho para fazer para apoiar estas pessoas que passam por coisas inimagináveis, sem ter escolha para sobreviver, e que nem sempre sao bem recebidos na europa e na sociedade que os acolhe.